12.13.2017

Na busca por uma forma diferente de fazer aquilo que repetimos a cada ano



Aqui na agência todo dia é dia de aprender alguma coisa, pesquisar melhor e em fontes confiáveis, reforçar a busca por boas referências.

Essa época em que estamos chega repleta de pedidos de cartas, cartões, e-mails marketing e newsletters com os desejos para o ano que vai começar em breve. “Haja criatividade”, soa aquela voz baixinha em nossos ouvidos!

Às vezes, sair do lugar comum não é fácil: neste caso, votos de feliz Natal e um próspero ano novo, muitas alegrias, saúde, que os sonhos se realizem ... Claro, estes são desejos próprios do período, por vezes escritos de forma mais pessoal, por outras, de maneira protocolar, corporativa, destinada a um público amplo.

Mas sair do lugar comum é exatamente o nosso trabalho, afinal! E aí vem o desafio de fazer bonito, diferente, original, tradicional, de acordo com a essência do cliente.

E o que vem para fazer isso dar certo? Bem, para começar, conhecer profundamente os negócios dos clientes, de seu posicionamento no mercado, de como querem ser vistos e reconhecidos, de seus princípios e valores. Isso faz toda a diferença para traçar uma mensagem que a empresa realmente “falaria” a seus públicos-alvo, como se fosse algo de uma pessoa para outra. Extremamente personalizado, com a alma de quem transmite a mensagem, de quem tem algo a dizer e que isso tem coerência com a maneira de atuar da empresa. Por isso, a imersão no trabalho de um novo cliente é tão importante para nós, e se manter informado sobre seus novos caminhos é fundamental para todas as estratégias, não só as comerciais, mas as de comunicação também.

Dado o primeiro passo, seguimos ao número dois e último, de alinhar esse DNA, os pilares da marca, às palavras. Vez ou outra surgem outras variáveis que também precisam entrar na equação, como um brinde de fim de ano, os planos para o ano seguinte. Sair do automático, deixar um pouco de lado o seu estilo para escrever como se estivesse no lugar do cliente, como se fossem dele cada vírgula, cada expressão. Assim, quando ler, vai reconhecer aquilo como seu.

E, claro, buscar sempre as palavras certas, escrever e reescrever para, ao final, deixar uma mensagem inspiradora com os melhores votos, os mais sinceros desejos, as mais emocionantes expectativas em relação ao futuro do destinatário de sua mensagem.

Dessa forma, com criatividade e dedicação, encontrar uma forma diferente de fazer aquilo que repetimos a cada ano.

Que 2018 supere todas as suas mais elevadas aspirações! Até breve!   

ADRIANA Gordon
Coordenadora de redação da LB Comunica,
advogada e mãe em tempo integral

12.06.2017

É Natal!



Finalmente, chegamos ao mês mais aguardado do ano: dezembro! Período de festas, celebrações com família e amigos, época de decorar a casa, fazer amigo secreto, renovações, sair de férias, elaborar novas metas e muito mais.

Dezembro também é o mês mais aguardado pelo mercado brasileiro, e é (disparadamente) o de maior faturamento em todos os setores: alimentação, cosméticos, eletrodomésticos, casa, decoração e outros. O disparo nas vendas dá-se ao clima de comemoração que coincide com o pagamento do décimo terceiro salário e por ser uma data “democrática” de compras de presentes. Em 2016, mesmo com o mercado em crise, os e-commerces faturaram nessa data R$ 1,9 bilhão, 4% a mais do que em 2015, segundo o e-bit, uma vez que o consumidor cada vez mais ganha confiança nas vendas online.

Já a venda em shoppings centers caiu 9,1%, em relação a 2015, faturando 140 bilhões, de acordo com a Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping). Mesmo com a queda, os shoppings centers ainda possuem o maior faturamento nas compras, principalmente nas duas semanas antecedentes ao Natal, quando as filas ficam gigantescas, graças às compras de última hora.

Independentemente de ser solteiro(a), casado(a), pai, mãe... quase todo mundo participa das campanhas de Natal, na compra de um presente, em uma viagem ou recheando os carrinhos no supermercado de delícias natalinas.

Para conseguir aumentar ainda suas vendas e conquistar o público neste período, as empresas apostam em campanhas feitas para emocionar. Esses esforços costumam aumentar, em média, 10% as vendas, e fixar a marca na cabeça do consumidor. Temas como estar com a família, amizade e amor arrancam algumas lágrimas do público nas mídias, nas ruas e em todo lugar.

E já que é para emocionar, prepare o lencinho e vamos entrar no espirito natalino!!

Sadia - História de Natal


O Boticário - Natal


EDEKA - Weihnachtsclip



John Lewis - Christmas Advert



Boas festas!


NAYARA Gonzaga
Atendimento e Planejamento na LB Comunica,
Curte um suspense e suas playlists vão de rock a mpb.