1.10.2018

Forma e conteúdo no ar!



Este meu primeiro texto de 2018 vai para aqueles que, como eu, produzem conteúdo, apesar de considerar que todos os profissionais, principalmente os da área da comunicação, desempenham (em parte) essa função, que exige um ótimo planejamento estratégico, em vários momentos.

A produção de conteúdo é o combustível do Inbound Marketing, estilo que se baseia em ganhar o interesse das pessoas ao invés de comprar, é alimentar o relacionamento com o consumidor, em vez de usar propagandas intrusivas, informando e entretendo.

O Inbound Marketing se sustenta na ideia de criação e compartilhamento de conteúdo voltado para um público-alvo específico, para conquistar a permissão de comunicar com seu potencial cliente de forma direta, criando um relacionamento que pode ser duradouro.

Quais são os seus objetivos? Por que e para quem você produz conteúdo? O que você quer com isso? É importante colocar tudo no papel para que você consiga selecionar suas demandas de maneira coerente de acordo com as ideias determinadas.

Em diversas ocasiões, você poderá pensar que não sabe nada, graças ao excesso de informação que chega de todos os lados e ao número de pessoas produzindo conteúdo sempre. É complicado concorrer com tanta gente publicando coisas ao mesmo tempo. É comum pensar “eu ia escrever sobre isso também, era inédito, até então”. É importante se aprimorar, criar conteúdos realmente expressivos, de acordo com o que o seu público busca.

Cuide para que suas publicações mostrem fatos e dados verídicos. Errou? Peça desculpas, corrija e vida que segue.

Tenha em mente que a qualidade do seu conteúdo é o que fará com que ele seja bom. Pesquise muito e beba de fontes fidedignas. É preciso ter qualidade e relevância para que as pessoas queiram acompanhar o que você produz.



ADRIANA Pinheiro
Redação e Assessoria de Imprensa da LB Comunica,
curte uma boa caminhada e vive acompanhada de seus sons e notas musicais

1.03.2018

Resoluções de ano novo de um assessor de imprensa



O fim de ano mal acabou e, claro, muita gente escreveu as famosas resoluções para o novo período que se inicia. “Tentarei comer de forma mais saudável”, “esse ano eu começo a academia pra valer”, “vou estudar mais e fazer mais cursos”, “ficarei mais em casa”, “vou planejar melhor minhas férias” e, a melhor de todas, “tentarei guardar mais dinheiro”.

Mas e quanto a nós, assessores de imprensa? O que esperar do novo ano? Quais são as nossas metas e ambições? O que precisamos melhorar? Divagando no último dia na agência, ainda em 2017, fiz uma listinha básica de resoluções para 2018. E como esse texto está iniciando o novo ano, “bora” colocar em prática.

1)     Não deixe para amanhã o release que você pode escrever hoje: até porque amanhã pode ser tarde demais, né?;
2)     Continue “mimando” aquele jornalista amigo e, se possível, tente fazer mais jornalistas amigos: porque amizade, mesmo profissional, nunca é demais;
3)     Não reclame (muito) quando o jornalista, mesmo o amigo, não puder atender ou responder o e-mail: você é especial e uma hora ele te dará atenção;
4)     Sabe aquele follow-up maneiro que você fica enrolando a semana toda para fazer? Então, às vezes a pauta que você tem é justamente a que o jornalista precisa;
5)     Não se descabele frente a nenhuma pauta, mesmo a que você julgue difícil: afinal de contas somos todos brasileiros e não desistimos nunca (rs);
6)     Se o cliente demorar a dar o retorno, ou não atender as suas ligações ou responder seus e-mails, não se desespere. Persista que ele vai ter que te atender;
7)     Não atrase os seus relatórios, pois quanto mais cedo você o fizer, mais tempo terá para se dedicar a outras coisas ou mesmo dar uma (pequena) pausa;
8)     Tome mais café;
9)     Pesquise mais, leia mais, estude mais;
10) Envie sempre imediatamente os resultados para os seus clientes e espere pelo feedback, afinal é o nosso melhor alimento do dia a dia.

Feliz ano novo. #Vem2018

MARCOS Vargas
Assessor de imprensa na LB Comunica
rockeiro e palmeirense, fã de livros biográficos e sobre política